L’etereum è lontano dal capovolgere il Bitcoin per il 36%.

L’Ethereum ha superato il Bitcoin nel volume giornaliero delle transazioni.

Il secondo più grande cripto è a solo il 36% di distanza dal sorpasso di BTC come valuta digitale più grande.

Molti partecipanti al mercato della crittovaluta, in particolare i tori dell’Etereum (ETH), ritengono che il secondo più grande crittografo supererà il Bitcoin (BTC) come la principale valuta crittografica del futuro. I dati condivisi da Messari martedì hanno mostrato che l’Ethereum ha superato il Bitcoin nel volume giornaliero delle transazioni, che è una delle metriche chiave utilizzate nel calcolo dell’indice Flippening dal Blockchain Center.

Anche se l’Ethereum ha già superato il Bitcoin in alcune metriche, la possibilità che il cripto superi il BTC sembra inverosimile – non nel prossimo futuro, almeno.

Ryan Watkins, un ricercatore di Messari, un fornitore di dati crittografici e di informazioni di mercato, ha condiviso un grafico martedì, confermando il picco del volume giornaliero delle transazioni dei PF. È indiscutibile che il numero di utenti sull’Ethereum sia in aumento, dato che la rete processa ora circa 12 miliardi di dollari di transazioni giornaliere. Dal grafico, si tratta di circa 3 milioni di dollari in più rispetto a quanto la rete Bitcoin elabora giornalmente.

Lo sviluppo può essere attribuito al crescente numero di utenti cripto nell’industria della finanza decentralizzata (DeFi), inclusa la crescita degli stablecoin in esecuzione sulla rete. Alcuni volumi di gettoni ERC-20 non sono stati inclusi nei dati per evitare il doppio conteggio da scambi decentralizzati (DEX).

Il volume giornaliero delle transazioni dell’Ethereum sta diventando parabolico.

Ora regola 12 miliardi di dollari di transazioni al giorno – 3 miliardi di dollari in più rispetto al Bitcoin.

Immagina di non essere rialzista $ETH. pic.twitter.com/3NfOz1ruiM
– Ryan Watkins (@RyanWatkins_) 19 gennaio 2021

Indice di flippening dell’etere al 63,5%.

L’indice Flippening attualmente è pari al 63,5%, il che significa che Ether è a circa il 36,5% di distanza dal sorpasso del Bitcoin come valuta digitale più grande. Oltre al volume delle transazioni, Blockchain Center utilizza altre importanti metriche come la capitalizzazione di mercato, il volume di trading, gli indirizzi attivi, il conteggio dei nodi, il conteggio delle transazioni, l’interesse di ricerca di Google e altri.

L’etere ha completamente superato il Bitcoin nel conteggio delle transazioni, la commissione totale delle transazioni. Il conteggio dei nodi si sta avvicinando al 94 per cento. Mentre molti tori dei PF credono nel Flippening, molti Bitcoiners sostengono che BTC continuerà a dominare il mercato.

Os 100 melhores endereços de bitcoin aumentaram sua riqueza em $11B nos últimos 30 dias

Os detentores de Bitcoin mais ricos não foram muito afetados pela recente queda de preços.

Na verdade, a maioria deles não reagiu, e a maioria nunca transferiu moedas para fora da carteira.
Estes ricos detentores, instituições e bolsas adicionaram cerca de US$ 11 bilhões em BTC nos últimos 30 dias.

O infeliz fato da indústria criptográfica é que, assim como nas finanças tradicionais – a riqueza não é distribuída igualmente. De fato, os 100 endereços mais ricos da Bitcoin acabaram de enriquecer em até US$ 11 bilhões (334.000 BTC) nos últimos 30 dias.

Os 100 maiores detentores de Bitcoin não reagem a mudanças repentinas de preços

Como sempre foi, o dinheiro atrai dinheiro, e aqueles que o têm, normalmente visam a ter ainda mais sempre que possível. Estas baleias nem mesmo reagiram de maneira perceptível após o recente mergulho no preço BTC, que levou de US$ 41k a US$ 31k.

De fato, apenas sete de cada cem endereços reagiram desde que a moeda atingiu seu ATH em 10 de janeiro, transferindo algumas de suas moedas para fora das carteiras. Enquanto isso, de todos os endereços que transferiram dinheiro nos últimos 30 dias – apenas oito tiveram mais de 10 transações durante este período.

Vale notar também que nem todos estes endereços são antigos, apesar de estarem entre os maiores e mais ricos por aí. Por exemplo, muitos deles nem sequer viram um touro funcionando corretamente, já que oito dos dez maiores receberam sua primeira transação depois de setembro de 2018. Além disso, os endereços mais recentes têm apenas cerca de dois meses.

Mais alguns detalhes sobre os endereços mais ricos do BTC

Outra coisa digna de nota é que nem todos os endereços pertencem a baleias individuais. Pelo menos 10 dos 100 principais endereços são controlados por grandes trocas de criptografia, incluindo Binance, Kraken, Huobi, e Bittrex. Alguns dos outros pertencem a instituições, ou a detentores individuais ricos.

Os dois são quase sempre impossíveis de se diferenciar. Mas uma coisa é clara – esses grandes detentores de Bitcoin não caem por cada imersão e surto que acontece na indústria de criptografia.

Os 10 maiores endereços entre esses detentores de Bitcoin têm mais de US$ 2,2 bilhões cada, enquanto os outros entre os 100 maiores precisam ter mais de US$ 336 milhões em Bitcoin para entrar na lista. Acredita-se que um dos maiores pertença ao próprio criador da Bitcoin, Satoshi Nakamoto.

Quanto ao endereço mais rico que não pertence a nenhuma troca – é o terceiro endereço mais rico, e tem 94.506 BTC. Sua última atividade relatada foi em setembro de 2019, quando transferiu 73.000 BTC da Huobi.

Finalmente, destes 100 endereços, até 64 nunca transferiram qualquer quantidade de BTC. Com o passar do tempo, eles foram acrescentando cada vez mais, acumulando grandes quantidades de riqueza.

Os volumes criptográficos do PayPal sobem em flecha

Os volumes criptográficos do PayPal sobem em flecha: um fator de alta ou baixa?

Durante o dia de ontem, US$ 242 milhões em moedas criptográficas foram negociados no PayPal: os comerciantes varejistas estão comprando ou vendendo?

O gigante de pagamentos americano PayPal dobrou seu recorde anterior em volumes criptográficos: em 11 de janeiro, US$ 242 milhões em ativos digitais foram negociados na plataforma.

De acordo com o agregador de dados criptográficos Nomics, o recorde anterior de volume no PayPal era de 129 milhões, registrado em 6 de janeiro. Desde o início do ano até hoje, os volumes de Bitcoin Trader criptografia diária do PayPal aumentaram em 950%!

Este crescimento significativo do volume está provavelmente relacionado ao fato de que a Bitcoin atingiu novos máximos de todos os tempos, atraindo as atenções dos comerciantes varejistas. A este respeito, Alex Saunders, da Nuggets News, comentou no Twitter:

„O varejo chegou. Ontem o PayPal atingiu US$242 milhões em vendas criptográficas, quase o dobro do recorde anterior“.

O varejo chegou. @PayPal liberou $242M em vendas criptográficas ontem. Isso é quase o dobro do recorde anterior. ✅ #Bitcoin #Ethereum #BullMarket pic.twitter.com/dnoPlADhla
– Alex Saunders (@AlexSaundersAU) 12 de janeiro de 2021

Empresa por introduzir uma plataforma

Embora muitos na comunidade criptográfica tenham elogiado a entrada do PayPal no setor, o que trouxe muitos novos usuários à tecnologia, outros criticaram a empresa por introduzir uma plataforma „fechada“ que não permite que os fundos sejam retirados.

No Twitter, o usuário Toomas Zobel especula que o aumento no volume poderia ser o resultado de um grande pagamento:

„Existe alguma maneira de ver se estava comprando ou vendendo volume? Nesta enorme lixeira, poderia ser simplesmente os vendedores de varejo capitulando e não criando pressão de compra.

Outros também questionaram se o incrível aumento de volume do PayPal é de alta ou baixa. Antoni Trenchev, CEO da Nexo, especulou que o recente colapso da Bitcoin poderia ser devido a investidores varejistas confirmando seus lucros em massa.

Os serviços criptográficos do PayPal são baseados na troca ItBit da Paxos. Na verdade, o PayPal escolheu a ItBit para lidar com suas transações em moeda criptográfica – a notícia foi confirmada em outubro do ano passado. Nos próximos meses, o PayPal estenderá os serviços criptográficos a 26 milhões de comerciantes no mundo inteiro.

Bitcoin, Gold wird profitieren, da Peter Schiff das ’schlechteste Jahr aller Zeiten‘ für den US-Dollar vorhersagt

Mehrere Stimmen prognostizieren langfristig einen schwächeren Dollar, beginnend jetzt, in einem erstklassigen Aufschwung für sichere Häfen.

Bitcoin (BTC) könnte dank des Ablebens eines bekannten Feindes, des US-Dollars, neue Unterstützung für ein Rekordjahr 2021 erhalten.

Wie verschiedene Quellen in dieser Woche feststellten, handelt der Dollar gegenüber verschiedenen Währungen auf fast Dreijahrestiefstständen und gegenüber dem Schweizer Franken auf Fünfjahrestiefstständen.

Analyst: Langfristiger Trend „deutliche Dollar-Schwäche“

Schwäche des Dollars schlägt sich für Bitcoin tendenziell in Stärke nieder, und 2020 ist das Jahr, in dem der US-Dollar-Währungsindex (DXY) zu einem verlässlichen Maßstab für die Preisrichtung geworden ist.

Eine umgekehrte Korrelation war während des gesamten Jahres 2020 spürbar, und während die Beziehung zwischen Bitcoin und DXY in jüngster Zeit zusammengebrochen ist, blieben Analysten überzeugt, dass die neuen Tiefststände nur gute Nachrichten für die Krypto-Währung waren.

Eine Kombination erneuter Hoffnungen auf eine weltweite wirtschaftliche Erholung und ein neues Coronavirus-Konjunkturpaket sind die jüngsten Bedrohungen, die den Dollar untergraben. Der DXY erreichte am Dienstag 91,1, den niedrigsten Stand seit April 2018.

„Wenn man einen Bericht erhält, dass ein überparteiliches Konjunkturpaket abgeschlossen werden kann, nachdem sich die Hoffnungen zerschlagen haben, ist das nur ein weiterer Grund, das Risiko zu erhöhen und den Dollar zu verkaufen“, sagte John Doyle, Vizepräsident für Handel und Trading bei Tempus, gegenüber Reuters.

Sogar der Bitcoin-Skeptiker Peter Schiff – wie immer voll und ganz vom Gold angetan – stimmte mit den Schwätzern über das Schicksal des Dollars überein.

„Der US-Dollar handelt jetzt auf dem niedrigsten Stand gegenüber dem Schweizer Franken seit Januar 2015“, bemerkte er am Mittwoch.

„Dies ist ein Vorbote der Dinge, die kommen werden. Der Franken ist führend, aber andere Währungen werden bald folgen. 2021 könnte das schlechteste Jahr aller Zeiten für den US-Dollar sein, zumindest bis 2022.
Graustufen gibt versehentliches Kaufsignal für Gold
Was das Thema Gold betrifft, so könnte Schiffs Loyalität schon bald belohnt werden, wenn sich das Edelmetall von seiner derzeit schwachen Leistung erholt.

Barry Silbert, der Gründer der Kryptowährungs-Vermögensverwaltung

Riese Grayscale, bestätigte, dass das Unternehmen seine „Bitcoin-nicht-Gold“-Anzeigen in diesem Monat zurückgebracht hat, ein Schritt, der signalisiert, dass der Markt glaubt, dass Gold die Talsohle erreicht hat, sagte ein Analyst.